Após 9 meses de paralisação, retomada obra de asfalto no Jardim Alfa

Obras de pavimentação e drenagem de quatro ruas do Jardim Alfa, região que faz divisa com Altos da Figueira são retomadas.

A previsão é que até o final de fevereiro o projeto está concluído. - Foto: Assessoria de Imprensa

A empreiteira contratada pelo Governo do Estado retomou na semana passada, após 9 meses de paralisação as obras de pavimentação e drenagem de quatro ruas do Jardim Alfa, região que faz divisa com o Residencial Altos da Figueira. A previsão é que até o final de fevereiro o projeto está concluído.

As obras foram interrompidas em abril do ano passado, inicialmente por 90 dias, porque na época o orçamento da Sudeco (onde os recursos foram alocados) foi contingenciado. Foi preciso também fazer algumas adequações no projeto de drenagem. Outra dificuldade que travou a execução da obra, foi a identificação de uma laje de pedra no solo de uma das ruas, dificultando a implantação da rede de esgoto.

Pelo projeto, viabilizado por uma emenda parlamentar da então deputada federal Tereza Cristina em 2015, serão asfaltados trechos das ruas Diogo Cunha (entre a João Regaço e Projetada 6), Rua Projetada 6 (entre a Projetada 5 e Diogo Cunha), Rua 1º de Maio (entre Vicente Brito e Dos Barbosas), Rua Dos Barbosas (entre Ponta Porã e Clube Sesi Cascatinha) e Rua 11 de Junho (entre Vicente de Brito e Clube Sesi Cascatinha).

Para garantir o escoamento da enxurrada, a Prefeitura investiu R$ 219 mil na implantação de 191 metros de drenagem num corredor público margeando o Clube Cascatinha no Altos da Figueira até a mata mais embaixo. Foram colocadas tubulação de 0,80 e 1 metro de diâmetro, que se conectará com a drenagem projetada nos trechos de ruas que serão pavimentados no Jardim Alfa.

No Pindorama

Outra frente de serviço de infraestrutura que o Governo vai iniciar é no Jardim Pindorama. Três vias receberão drenagem e asfalto divididas em dois lotes de processos licitatórios. Foi concluída inicialmente a licitação da Rua Osvaldo Pereira de Brito, vencido pela empresa Maracaju Engenharia, ao custo de R$ 246.243,00. Este recurso se refere à contrapartida do Governo do Estado para a obra no bairro. A empresa já executou a drenagem e agora prepara a via para a pavimentação.

O segundo lote de licitação contemplará as Ruas Pedro Celestino (entre a Rua Prudente de Morais e a Rua Leôncio de Souza Brito) e Cezar Neto de Menezes. A empresa Trento Soluções em Construções foi a vencedora. Serão investidos R$ 466.865,08.