Rose assumi o PODEMOS durante “janela” eleitoral e vai pra disputa

Em 2018, ela acabou sendo eleita deputada federal mas votada do MS com total de 120.901.

Deputada federal Rose Modesto - Foto: Divulgação

A deputada federal Rose Modesto ainda no (PSDB) vai deixar o partido durante janela eleitoral para enfrentar novamente o prefeito Marquinhos Trad, nas eleições de 2016, a deputada perdeu para Trad com 33.956 votos a menos; ao todo, o prefeito teve 147.694 votos. Em 2018, ela acabou sendo eleita deputada federal mas votada do MS com total de 120.901.

Mesmo com a possibilidade de Rose se candidatar à Prefeitura de Campo Grande em 2020, o ninho tucano está dividido. Alguns garantem que vão apoiar o projeto de reeleição do prefeito, enquanto outros dizem ser um desperdício o partido não ter candidatura própria. “Um partido dessa magnitude, com a maior bancada federal, estadual e municipal, ter candidatura própria é natural. Time que não entra em campo não tem torcida. Pelos quadros do partido o nome da Rose é natural. Natural ter representatividade”, disse o líder do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Rinaldo Modesto.

Fontes em Brasília afirmam que a deputada federal sai do PSDB para assumir de vez o PODEMOS/MS e é candidata a sucessão de Marquinhos Trad, esse foi o acordo de Rose e seu irmão o deputado Rinaldo Modesto com a direção nacional do PODEMOS.