‘Bolsonaristas’ farão mutirão de apoio ao Aliança pelo Brasil neste domingo no centro de Sidrolândia

Para assinar ficha de “apoioamento” o eleitor deve comparecer na mobilização deste domingo munido dos documentos pessoais e do titulo eleitoral.

Apoiadores durante inauguração da sede do Aliança pelo Brasil - Vanderi Tomé/Região News

Desde que foi inaugurada a sede oficial dos apoiadores a criação do partido ligado ao presidente Jair Messias Bolsonaro, o Aliança Pelo Brasil, no dia 17 de janeiro, centenas de simpatizantes já assinaram e reconheceram firma das fichas de “filiação” em apoio a criação da nova legenda. Na prática, como o partido não existe, a adesão é um reconhecimento de apoio a criação partidária.

Neste domingo, dia 16, o grupo liderado por empresários, profissionais liberais e em boa parte, por produtores rurais, se concentrará na Praça Porfírio de Brito, no centro de Sidrolândia, a partir das 16h. O objetivo dos “bolsonaristas” é promover uma mobilização de apoio a criação da nova legenda.

O produtor rural Rodrigo Basso, um dos incentivadores, apesar de publicamente já ter anunciado não ter pretensões políticas, encabeça o movimento do Aliança pelo Brasil na cidade. Acredita-se que sob sua influência, o ex-prefeito Ari Basso e seu irmão, Lúcio Basso, tenham deixado o PSDB para também se engajar na criação da legenda “bolsonarista”.

Para assinar ficha de “apoioamento” o eleitor deve comparecer na mobilização deste domingo, munido de documentos pessoais e do titulo eleitoral. O deputado federal, Loester Trutis, o Tio Trutis, deve se reunir com simpatizantes "bolsonaristas", também neste domingo em Sidrolândia.