Prefeito Marcelo Ascoli repudia invasão do prédio da Prefeitura

Ascoli não concorda com a forma como os funcionários da Prefeitura foram tratados na semana passada.

Prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli em entrevista ao RN - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, disse que repudia a forma como alguns indígenas e algumas lideranças vêm conduzindo a disputa para ver quem assume a Presidência da Fundação Municipal Indígena. Nesta segunda-feira no período da tarde, lideranças que apoiam Otoniel Gabriel, que foi exonerado à força da Presidência da Fundação Indígena, devem fazer uma manifestação pacífica na Prefeitura.

Ascoli não concorda com a forma como os funcionários da Prefeitura foram tratados na semana passada, quando um grupo invadiu o prédio da administração municipal, expulsou uma parte dos servidores e mantiveram outra parte em cárcere, para que o até então presidente fosse exonerado e um novo nome fosse indicado.

“É uma situação lamentável, sempre deixei claro que eu não faria parte da indicação do nome para assumir a Fundação Municipal Indígena. Deixei para os caciques e para as lideranças me enviarem um nome no qual eu apenas homologaria a indicação. Não posso aceitar virem na Prefeitura e tratarem os funcionários desta forma, os ameaçando e ameaçando quebrar a Prefeitura, sendo que apenas nomeei um nome indicado por eles”, disse o prefeito.

O prefeito disse ainda que sua administração é a que mais atendeu as reivindicações das comunidades indígenas. Outro ponto destacado por Ascoli é o fato de vários projetos já estarem em andamento, e estas trocas constantes de presidente pode dificultar a conclusão dos processos.