Mulher foi assassinada na frente da filha de 16 anos; autor toma remédio controlado

Conforme relato de Reginaldo, o relacionamento de Emerson, o assassino, com Rosenilda, não tinha completado um ano.

Rosenilda dos Santos de 38 anos foi assassinada com 20 facadas. - Foto: Reprodução/Facebook

Rosenilda dos Santos, morta na manhã desta segunda-feira com pelo menos 20 facadas, foi assassinada pelo ex-marido Emerson Claudio Fávero, na frente da única filha da vítima, de 16 anos.

Segundo Reginaldo Lopes, irmão da vítima, Rosenilda foi surpreendida quando se preparava para ir até a casa da avó, de 84 anos, que mora na Rua Antônio Correa da Costa, no Bairro São Bento e tem uma saúde frágil.

Conforme relato de Reginaldo, o relacionamento de Emerson, o assassino, com Rosenilda, não tinha completado um ano. Em pouco tempo percebeu que ele é uma pessoa com problemas psiquiátricos, toma remédio controlado e um temperamento difícil.

Emerson Cláudio Fávero está em Campo Grande na Santa Casa. Foto: Reprodução

Chegou ameaçá-la com uma faca e desde então procurou se afastar dele. Há 20 dias se separou, mas o agressor continuou a persegui-la. “Minha irmã era uma pessoa boa, muito querida, de família humilde, nascida e criada em Sidrolândia. Ela cuidava da avó de segunda a sábado. Infelizmente se envolveu com a pessoa errada”.