Santos muda o foco e Jesualdo prevê dificuldade na Libertadores

Peixe estreia na competição continental na terça-feira, contra o argentino Defensa y Justicia

Jesualdo com expressão preocupada durante jogo do Santos contra o Palmeiras - (Foto: Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo)

Após oito jogos pelo Campeonato Paulista, o técnico Jesualdo Ferreira tem pela frente sua primeira partida na Copa Libertadores. O Santos estreia no torneio nesta terça-feira, contra o Defensa y Justicia, na Argentina. O treinador português prevê dificuldades, mas vê o time alvinegro em evolução neste início de temporada.

"Neste momento, o Santos evoluiu, como evoluiu em outros jogos atrás. Muitas vezes, os resultados não estão de acordo com o que a equipe é capaz de fazer. Vamos para uma prova totalmente distinta. A Libertadores é uma fase de seis jogos em que não se pode errar muito. Não é uma prova de regularidade, também não é um mata-mata", diz Jesualdo.

Contra o Defensa y Justicia, o treinador projeta um duelo complicado. "É um jogo contra uma equipe difícil, que já tem 21 jogos disputados, com muito mais ritmo do que nós, mas vamos para ganhar, não para participar. Vamos ver como recuperamos nossos jogadores para decidir a nossa equipe", afirma. "Temos que ser menos emocionais do que eles. Vamos tentar fazer isso", acrescenta.

Jesualdo vai começar a pensar no torneio sul-americano a partir deste domingo, quando o elenco do Santos viaja para a Argentina. Após o empate sem gols com o Palmeiras, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, a equipe permaneceu em São Paulo em vez de retornar à Baixada.

"Não encarei a Libertadores ainda. Encarei esse jogo (Palmeiras), que era muito importante. A Libertadores é um minicampeonato, temos que conquistar pontos suficientes para qualificarmos", afirma o treinador santista.