Luxemburgo prevê Palmeiras mais veloz ao longo da temporada

Verdão não saiu do empate sem gols no clássico com o Santos

Luxemburgo durante duelo do Palmeiras com o Santos - (Foto: Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo)

Contando com reforços mais jovens para o time do Palmeiras neste ano, Vanderlei Luxemburgo aposta na velocidade para surpreender os adversários, principalmente na Copa Libertadores. O time paulista fará sua estreia na competição sul-americana na quarta-feira, contra o Tigre, na Argentina.

Fora de casa, Luxemburgo espera que a velocidade no ataque tenha maior efeito do que no clássico com o Santos, sábado. No duelo válido pelo Paulistão, ele testou uma formação ofensiva com Dudu, Rony e Gabriel Verón. A partida terminou em empate sem gols.

Na avaliação do treinador, as redes só não balançaram em razão da falta de entrosamento destes jogadores - Rony fazia sua estreia pela equipe. "Busquei o que aconteceu no jogo: velocidade. Não foi outra coisa que aconteceu, tivemos puxada de velocidade, isso acontecerá no Brasileiro, na Libertadores e no Paulista", avaliou, ao fim do clássico.

Para Luxemburgo, a velocidade chegou até a atrapalhar a equipe porque teria enganado um dos auxiliares do árbitro. "Tenho jogadores velozes, que dão a falsa impressão de que estão impedidos porque eles chegam primeiro. Se o bandeirinha não estiver bem posicionado, vai matar uma porção de jogadas nossas. O 'sprint' do Rony e do Veron chega a 32, 34km/h."

Satisfeito com a estreia de Rony, que entrou em campo somente no segundo tempo, Luxemburgo cogita manter esta formação no ataque para o confronto da Libertadores. "No segundo tempo tivemos mais possibilidades para decidir, tivemos situação interessantes. Dudu por dentro, com Rony por fora e Verón são coisas que podem acontecer", indicou o técnico.