Por dívida da compra do zagueiro Cléber Reis, Fifa proíbe Santos de registrar novos jogadores

Clube tenta acordo com Hamburgo para derrubar barreira, mas CBF já determinou bloqueio

Cléber Reis está emprestado à Ponte Preta — - Foto: PontePress/ ÁlvaroJr

O Santos está impedido de registrar novos jogadores. A ordem partiu da Fifa, em ação em que o Hamburgo, da Alemanha, cobra dívida pela transferência do zagueiro Cléber Reis, contratado em 2017. A CBF já determinou o bloqueio.

A informação foi publicada pelo UOL e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Segundo balanço de 2018 do Santos, o mais recente, a dívida era de R$ 15,8 milhões em dezembro daquele ano. O valor inclui, de acordo com o documento, a transferência, multa e honorários devidos pela negociação.

O clube tenta um acordo com os alemães desde então, mas não conseguiu chegar a um acerto.

Cléber foi uma das principais contratações do Santos em 2017, ainda sob a gestão de Modesto Roma Júnior – sucedido pelo atual presidente José Carlos Peres.

O zagueiro foi pouco aproveitado no clube, que já o emprestou ao Coritiba, Paraná e Oeste. Atualmente, Cléber Reis está na Ponte Preta. O vínculo com o Santos termina apenas em 2022.

A punição impede que o Santos registre um novo atleta, mas não proíbe a venda de jogadores. O clube busca um lateral-esquerdo, principal carência do elenco.

Procurado, o Santos não se manifestou até a publicação desta reportagem.