Moacyr do Vacaria vai assinar filiação no Patriotas para disputar eleição

Moacyr, que também é simpatizante de Jair Messias Bolsonaro, deixou o PSDB no inicio do mês passado para se juntar aos “bolsonaristas”.

Empresário Moacyr de Almeida Filho (sem partido), vai assinar filiação no Patriotas - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O empresário Moacyr de Almeida Filho (sem partido), vai assinar filiação no Patriotas. A decisão foi tomada após uma ampla discussão com membro de um grupo de lideranças que encabeçam a formação do Aliança pelo Brasil em Sidrolândia, simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro.

Como não haverá tempo hábil para criar o Aliança até dia 4 de abril, prazo final para filiações de quem almeja disputar cargos eletivo nas eleições de outubro, a opção foi migrar para o Patriotas, partido considerado de linha auxiliar do presidente da República.

“Bolsonaristas” foram orientados que teriam a opção de ingressarem no Avante ou Podemos, mas em Sidrolândia, pesou o histórico do policial rodoviário, Vladmir Struck, que morreu num acidente de trânsito na rodovia MS-258 no mês de janeiro deste ano. Struck foi candidato a deputado estadual pelo Patriotas em 2018 e só deixou a sigla para se juntar a este grupo na formação do Aliança pelo Brasil.

Moacyr, que também é simpatizante de Jair Messias Bolsonaro, deixou o PSDB no inicio do mês passado para se juntar aos “bolsonaristas” e ajudar a dar continuidade nas ações do policial rodoviário, na formação de um grupo de pessoas com viés ideológico de uma política de mudança.

Na semana passada, Moacyr do Vacaria, esteve com o deputado estadual Lídio Lopes, presidente da Executiva Estadual da sigla para tratar de sua filiação. Para o deputado, Moacyr representa a “cara” da nova política de aliança com o Brasil. “Estamos recebendo o empresário e seus correligionários de braços abertos. Será uma grande opção para o eleitor de Sidrolândia”, comenta Lídio Lopes.

Durante a audiência com o deputado, foi discutido, por exemplo, temas centrais da política sul-mato-grossense, como as questões que envolvem assentamentos e aldeias, núcleos cuja a cidade de Sidrolândia tem expressiva densidade eleitoral. “Sidrolândia precisa de um choque de gestão. Alguém que conheça de administração e faça o município deslanchar”, comentou Moacyr.

No âmbito municipal, o empresário já se reuniu com o presidente do Diretório Municipal, Junior Pereira, para tratar da reestruturação do partido. “É importante que façamos uma chapa competitiva de candidatos a vereador. Com uma candidatura majoritária, o partido tende a construir um caminho importante para eleger bancada”, ressaltou Junior.