Polícia faz blitz educativa para fechar igrejas e comércio de pequeno porte que ignorou decreto

Todos receberam orientação e foram alertados que em caso de reincidência serão punidos com multa e até prisão.

A fiscalização encontrou funcionando a Comitiva da Casa de Carne, na Avenida Antero Lemes da Silva - Foto: Divulgação

Uma equipe de fiscalização comandada pelo secretário municipal de Saúde, Nélio Paim, com apoio da Polícia Militar, fez uma blitz educativa na manhã deste domingo e registrou 5 flagrantes, quatro comerciantes e uma igreja, que não respeitaram o toque de recolher e abriram neste domingo.

A fiscalização encontrou funcionando a Comitiva da Casa de Carne, na Avenida Antero Lemes da Silva, uma peixaria na rua Ponta Porã; uma mercearia, Rua Ponta Porã; uma conveniência e mercearia na Mato Grosso, além de uma Igreja Evangélica na Rua Thomas da Silva França, onde um grupo de fieis (de várias faixas etárias) acompanhava  o culto, caracterizando aglomeração que é desaconselhada neste período.

Todos receberam orientação e foram alertados que em caso de reincidência serão punidos com multa e até prisão. No sábado, quando houve a primeira blitz, vários bares estavam abertos, contrariando o decreto que determinou o fechamento destes estabelecimentos.

Mesmo com a divulgação maciça da importância do isolamento social, como parte de estratégia de quebra da cadeia de transmissão do novo coronavírus, muita gente insiste em fazer aglomeração na cidade, se juntando em rodas de tereré.

Pelas redes sociais, o coordenador municipal da Defesa Civil, Jônatas Kachorroski, criticou a fala de consciência de parte da população diante da gravidade do momento.

Uma leve saída na cidade no dia de hoje, 22/03/2020, pude ver muita gente em quantidade de 3 a 4 pessoas tomando tereré como se nada estivesse acontecendo. A prevenção é a principal arma contra o vírus, porém ainda é difícil as pessoas entender esse simples ato.

-Ah, mais somos todos residentes na mesma casa.

Isso não importa no momento, ninguém sabe com quem cada um entrou em contato, o vírus não age nessa lógica.

Gosta de TERERÉ? Então tome individualmente. Churrasco, festa, aglomerações? nem pensar.

Dentro de casa, a higienização das mãos devem ser sempre que puder.

Fora de casa, distância de 1,5m sem qualquer tipo de contato. Sem beijos, aperto de mãos ou abraços.

Meus amigos, esse é apenas um dos "n" fatores que levam a propagação do vírus! Vamos fazer nossa parte!