‘Sou filho de funcionário público federal’: jovem é preso durante toque de recolher

Disse que não ia acatar as ordens e acabou levado para a delegacia

72 estabelecimentos foram fiscalizados - Foto:Divulgação/Guarda Municipal

Durante rondas feitas pela guarda municipal nas sete regiões de Campo Grande, de medida imposta com o toque de recolher, um rapaz de 21 anos acabou preso na noite desta segunda-feira (30), ao dizer que não iria obedecer às ordens do agente, que não podiam prendê-lo.

 O rapaz estava na companhia de outro homem em frente a uma residência. Ele teria questionado o decreto publicado no dia 21 com as medidas necessárias de enfrentamento contra o coronavírus dizendo que era filho de funcionário público federal, e que não iria se recolher. Foi necessário uso de força moderada já que o jovem estava descontrolado.

Ele foi levado para a delegacia e autuado por desacato. Durante a noite e madrugada, os agentes abordaram outras 72 pessoas as orientando a ficar dentro de suas residências. 72 estabelecimentos foram fiscalizados e os donos orientados a fecharem ou atenderem de forma delivery. A operação foi feita das 22 horas às 5 horas da manhã.