Na Páscoa do coronavírus, procura por ovos cai 15% e loja faz doações de chocolates

O reflexo deste isolamento é perceptível não só no convívio social entre amigos e familiares, mas principalmente, nas prateleiras de lojas especializadas no comércio de chocolates.

Cliente usa máscara durante as compras na Cacau Show - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O almoço do domingo de Páscoa para muitas famílias, não será o mesmo. Em tempos de coronavírus, onde o distanciamento social é uma arma importante contra a covid-19, dar um abraço carregado de afetividade para desejar uma feliz Páscoa, que na prática em dias normais é algo simples, se tornou uma missão “quase impossível”.

O reflexo deste isolamento é perceptível não só no convívio social entre amigos e familiares, mas principalmente, nas prateleiras de lojas especializadas no comércio de chocolates, iguaria indispensável na principal refeição que celebra uma das festividades mais importantes para o cristianismo; a ressurreição de Jesus Cristo, o filho de Deus.

Em Sidrolândia, por exemplo, a loja franqueada da rede Cacau Show, prevê queda nas vendas de 15%. O empresário Wellington Rodrigues, contou a reportagem do RN, que o impacto só não será maior porque a rede resolveu realocar para outras unidades, pedidos onde as lojas baixaram as portas como medida de isolamento social, caso de Sidrolândia onde o comércio não funcionou na última semana do mês de março.

“Os clientes estão bastante cautelosos. Como estão confinados em casa, o tradicional almoço de Páscoa com amigos e familiares no domingo ficou prejudicado, isto faz com que as pessoas percam o interesse em presentear com ovos de chocolate, que é uma tradição nesta época do ano”, conta.

Com medo de sair de casa para ir às compras, muitos clientes se utilizaram dos meios eletrônicos de compras, como o aplicativo WhatsApp e a página da empresa na internet. “Mais de 10% das vendas de ovos de Páscoa este ano, foram feitas por meio de pedidos com entrega em domicilio”, comenta.

O empresário argumenta que o medo do desemprego também tem feito as famílias direcionarem seus gastos para produtos básicos de alimentação e higiene pessoal. “É natural que seja assim, as vendas de chocolates, ovos de Páscoa e produtos supérfluos devem cair acentualmente, em relação ao feriado do ano passado”, conclui 

Ação Social

A Cacau Show está entregando 152 ovos de Páscoa para famílias carentes da cidade. Um lote dos produtos já foi distribuído por meio de uma parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Durante a semana, para evitar aglomeração, a secretaria da instituição visitou a família de alunos para efetuar a entrega.

Na tarde deste sábado (11), o empresário fará entrega dos kits na casa abrigo, que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. A campanha denominada: Faça sua Parte, acontece em todo Brasil em parceria com o instituto Cacau Show.