Enfermeira de 62 anos pode ser a segunda vítima em Sidrolândia da Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde monitora a evolução do estado de saúde de uma mulher de 62 anos, residente em Sidrolândia, que é uma das 63 pacientes com sintomas que pode ser do novo coronavírus

Sangue para fazer exame do coronavírus - Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual de Saúde monitora a evolução do estado de saúde de uma mulher (enfermeira) de 62 anos, residente em Sidrolândia, que é uma das 63 pacientes com sintomas que pode ser do novo coronavírus, mas semelhantes à da gripe influenza. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ela está em quarentena domiciliar, depois de ter apresentado febre, tosse e dor de garganta.

Se o caso desta senhora for positivo para o Covit-19, será o segundo o registro de coronavírus na cidade. O município já chegou a ter 11 pessoas sob isolamento, com sintomas da doença, mas conseguiram se recuperar, porque provavelmente tiveram uma gripe forte.

A enfermeira Tatiane Nantes, diretora da Secretaria de Saúde, contraiu o vírus durante viagem a França, mas teve sintomas leves da doença. Permaneceu mais de duas semanas em quarentena domiciliar, encerrada na semana passada, voltou a sua rotina normal de trabalho e já está curada em casa.

O boletim epidemiológico deste domingo mostrou que o número de casos confirmados da doença no Estado subiu de 100 para 101 neste domingo (12.04).
Dos 101 casos confirmados, 36 estão em isolamento domiciliar, 38 já finalizaram a quarentena e estão sem sintomas, 15 estão internados, sendo seis em hospitais públicos (3 em UTI) e 9 em hospitais privados (6 em UTI). Dez pacientes tiveram alta hospitalar e foram registrados dois óbitos.

O novo caso confirmado é de um homem de Naviraí, de 44 anos, notificado no dia 9 de abril. Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 934 notificações de casos suspeitos do coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 758 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19 e doze foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde.

Os 63 casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Lacen/MS, onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24h a 72 horas, após o recebimento das amostras.

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.