Operação termina com mais de 5 mil pessoas abordadas nas rodovias de MS

Entre 08 e 12 de abril, o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária realizou a “Operação Semana Santa 2020” que teve como principal objetivo intensificar a fiscalização.

SEMANA SANTA Operação termina com mais de 5 mil pessoas abordadas nas rodovias de MS 13 abril 2020 - 08h46Por Da Redação Ao todo, 40 policiais militares participaram da operação - Foto: Divulgação

Entre 08 e 12 de abril, o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária realizou a “Operação Semana Santa 2020” que teve como principal objetivo intensificar a fiscalização e ampliar a presença policial militar em pontos e horários sensíveis nos mais de 15 mil Km de rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul.

De acordo com informações da PMR, durante todo o período de operação foram empregados 40 policiais militares diariamente, distribuídos em doze Bases Operacionais Rodoviárias fixas e quatorze equipes volantes.

Neste período, a Polícia Militar Rodoviária fiscalizou e abordou 2.373 mil veículos e 5.012 mil pessoas, produzindo 144 autos de infrações de trânsito. Além disso, oito acidentes de trânsito foram atendidos pelas equipes, implicando 23 envolvidos lesionados.

Segundo a PMR, comparado com o mesmo feriado do ano passado, foi registrado um acidente a mais, enquanto a redução no número de vítimas fatais em 2019 registrou-se 03, mas um aumento de 10 envolvidos lesionados.

Ao todo foram apreendidos 1.027 kg de entorpecentes e 15.469 mil pacotes de cigarros contrabandeados. Além disso, um veículo produto de roubo/furto foi recuperado e 11 pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e contrabando.

Ainda segundo a PMR, como já esperado no planejamento operacional, o fluxo de veículos de passeio estava bastante reduzido, principalmente nas rodovias estaduais de ligação com os atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul.

Além das ações operacionais e de fiscalização de trânsito a equipe também atuou em apoio às barreiras sanitárias nas divisas e nas fronteiras de Paraguai e Bolívia.