Vítimas de furto agredidas com marteladas tem motos recuperadas

O caso ocorreu no início da madrugada de terça-feira (14), quando uma equipe do 1º Batalhão de Polícia Militar atendia uma ocorrência de roubo.

Moto Recuperada. - Foto: Divulgação

A vítima solicitou atendimento através do 190 e relatou aos policiais que foi até a Vila Carvalho, bairro da região central da Capital onde procurou os autores com intuito de fazer um programa sexual.

Durante a negociação, ouve uma discussão devido aos valores cobrados pela dupla que acabou agredindo a vítima com socos e marteladas, em seguida, um dos autores tomou as chaves da motocicleta da vítima que foi subtraída por um terceiro envolvido. 

Em decorrência das agressões o homem teve que ser socorrido por uma equipe do corpo de bombeiros.

Instantes após o fato, uma segunda vítima procurou ajuda da polícia militar na sede do 1º Batalhão, o homem estava totalmente despido e apresentava lesões pelo corpo e um corte na cabeça. 

Ele relatou a equipe policial que trafegava em seu veículo, uma camionete modelo S-10, pela Vila Carvalho, quando encontrou com os autores que lhe propuseram um programa sexual.

A vítima se dirigiu até a residência dos autores quando percebeu que em determinado momento a dupla o trancou no interior do imóvel e passou e agredi-lo com socos e com uma pedrada na cabeça para impedir que ele deixasse o imóvel. 

Apesar das agressões, o homem conseguiu se desvencilhar e fugiu indo parar no batalhão onde solicitou ajuda da PM para reaver seus pertences, ele também precisou de atendimento realizado por uma equipe do corpo de bombeiros.

Os policiais militares deslocaram até o local informado pela vítima onde localizaram a dupla e efetuaram sua prisão. 

Dois veículos foram recuperados durante a ação, a motocicleta subtraída no primeiro roubo foi localizada no bairro Nha Nhá e a camionete da segunda vítima localizada ainda na residência onde ocorreram as prisões. 

Os autores foram encaminhados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro onde foram autuados em flagrante delito pela autoridade policial de plantão.