Morre segundo policial militar por coronavírus em São Paulo

Sargento Cleber Alves da Silva, de 44 anos, foi a terceira vítima da covid-19. Ele ficou internado no Hospital da PM por 13 dias e teve parada respiratória.

Sargento ficou 13 dias internado no hospital da PM, mas não resistiu. - Foto: Reprodução / Record TV

O sargento da Polícia Militar, Cleber Alves da Silva, de 44 anos, foi mais uma vítima da covid-19. Ele estava internado no Hospital da Polícia Militar desde o dia 30 de março com covid-19 e morreu no fim de semana ao sofrer uma parada cardiorrespiratória. Já são três mortes de agentes da PM pelo novo coronavírus: dois policiais e um bombeiro. As informações são da Record TV.

O policial Cleber era casado e deixa três filhos. O sargento trabalhava na PM há 20 anos e atuava no Copom (Comando de Operações da Polícia Militar), na região central de São Paulo. No mesmo local, trabalhava a sargento Magali Garcia, de 46 anos, primeira vítima da covid-19 na corporação. Foram 12 dias entre as duas mortes.

Em uma postagem nas redes sociais, a PM lamentou a morte do sargento e informou que "ele foi vítima de uma doença grave que está assolando o planeta e que lutou de forma valente por 13 dias". No fim, uma mensagem ao policial: "Descanse em paz, companheiro".

A corporação destacou ainda que segue as orientações de prevenção do Comitê de Contingenciamento do novo coronavírus e divulgou um vídeo com as recomendações após a realização de abordagens. A PM garantiu também que, sempre que há suspeitas de covid-19, os policiais são afastados da função.