FCF finaliza protocolo médico e projeta retorno do Catarinense para 16 de maio

Retomada do estadual depende de aprovação do Governo

Campeonato Catarinense está paralisado há um mês - Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

A Federação Catarinense de Futebol se prepara para o retorno das atividades dos clubes e do estadual em Santa Catarina. Uma comissão formada pela entidade e pela associação de clubes finalizou um protocolo médico para a retomada ser estabelecida.

A data trabalhada para o retorno do estadual é 16 de maio, sem a mudança na fórmula de disputa. A FCF chegou a publicar uma circular direcionada aos 10 clubes participantes da Série A do estadual sugerindo a prorrogação de férias até o final de abril e indicando que a competição será retomada naquela data.

Para isso, a entidade necessita da liberação do Governo de Santa Catarina. Um decreto proibiu a realização de eventos esportivos no estado até o final de maio. Em resposta ao GloboEsporte.com, o presidente da FCF, Rubens Angelotti, afirmou que enviará ao governador, ainda nesta quinta, uma solicitação para liberar os jogos sem a presença de público.

 

A esperança é que o guia médico, elaborado pelo médico Luis Fernando Funchal, do Avaí, com a participação do infectologista Valter Rotolo da Costa Araújo, convença as autoridades a aprovar o recomeço do Catarinense.

Caso o retorno das atividades seja liberada, os clubes deverão seguir os termos do protocolo desenvolvido. As 16 partidas restantes do estadual também estão sujeitas às recomendações do guia. A FCF ainda não publicou o documento.