Ministro do Esporte da Alemanha diz ser favorável à retomada do futebol em maio

Clubes e liga estão desesperados para retomar as partidas o mais rápido possível

Jogadores do Bayern de Munique já voltaram aos treinos - (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

O ministro do Interior e Esporte da Alemanha, Horst Seehofer, disse em entrevista neste domingo que é favorável ao recomeço do Campeonato Alemão neste mês de maio, ao passo que o país vem começando a relaxar as medidas restritivas impostas para combater a pandemia do novo coronavírus.

"Parece-me que o calendário proposto pela liga alemã de futebol é plausível e apoio um novo começo em maio", disse Horst Seehofer em entrevista ao jornal Bild publicada neste domingo, três dias após uma reunião das autoridades para decidir sobre o assunto. "Sou a favor de tentar jogar novamente", acrescentou.

Seehofer, porém, ponderou que "não deve haver privilégios extras para a Bundesliga". O Campeonato Alemão deve ser a primeira das grandes ligas europeias a ser reiniciada em meio à pandemia de covid-19, o que se explica pela estratégia bem sucedida da Alemanha no enfrentamento da doença.

Os alemães estão à frente das outras principais ligas da Europa, tanto que já vêm treinando há algum tempo. Na Espanha, os atletas foram liberados para voltar às atividades individuais a partir desta segunda-feira e, na Itália, apenas alguns clubes abrirão seus centros de treinamento nesta semana. A França encerrou seu campeonato nacional e a Grã-Bretanha ainda não definiu quando voltarão os treinos e jogos.

O governo alemão deve decidir nesta semana uma possível retomada das atividades esportivas em todo o país e a autorização para o recomeço da Bundesliga deve vir na próxima quarta-feira. Restam nove rodadas para o torneio ser concluído.

Os clubes e a liga estão perdendo dinheiro e desesperados para retomar as partidas o mais rápido possível, mesmo sem espectadores. Por contrato, a temporada pode terminar até 30 de junho.

A Liga Alemã de Futebol (DFL, na sigla em alemão) está disposta a retomar as competições logo, e enviou um plano de segurança sanitária para jogos sem espectadores que inclui a realização de testes regulares nos jogadores, mas sem a necessidade de quarentena para todo o elenco em caso de amostras positivas, o que o ministro do Esportes diz ser contra.

Mesmo sem o retorno das partidas, já foram confirmados casos de coronavírus em um clube alemão. Trata-se do Colônia, que anunciou que três pessoas testaram positivo para a covid-19 e foram colocadas em quarentena em suas casas. O time não divulgou as identidades e funções dos infectados, mas a imprensa alemã afirma que são dois jogadores e um fisioterapeuta.

Com mais de 164 mil casos registrados e quase sete mil mortes, a Alemanha é o sexto do mundo em número de infectados. No entanto, o país europeu é um dos que vêm tendo sucesso no enfrentamento à pandemia, tanto que a curva de contágio está diminuindo, com menos casos e óbitos a cada dia. A nação testou mais de um milhão de pessoas e registra uma das menores taxas de mortalidade, segundo dados governamentais.