Governo enviará projeto que garante abono salarial aos servidores

Proposta será enviada para Assembleia Legislativa, para ser votada em urgência na próxima semana.

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) durante entrevista - Foto: Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai enviar projeto, em regime de urgência, que garante a permanência do abono salarial aos servidores estaduais, por mais um ano. A medida precisa ser votada agora, já que o benefício tem validade até 30 de maio.

“A proposta chegará em regime de urgência para ser votada na Assembleia”, explicou o líder do Governo, o deputado Gerson Claro (PP). Desta forma o governador atende o pedido feito ontem (07) pelos 24 parlamentares, que enviaram uma indicação coletiva requisitando que o abono fosse mantido.

A questão foi colocada em pauta pelo presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (PSDB) durante a sessão e teve o aval dos demais parlamentares. “Vai precisar votar com urgência, já que a proposta de socorro aos estados prevê congelamento dos salários”, disse Gerson.

O abono salarial no valor de R$ 200,00 se trata de um acréscimo no salário dos servidores nos últimos anos, que precisa ser votado todo mês de maio, já que ele tem validade de 12 meses.

No ano passado, o secretário estadual de Administração, Roberto Hashioka, informou que o abono representava 13% do salário dos servidores (estaduais), na média geral. Para mantê-lo naquele período, o governo estadual inclusive promoveu corte de despesas, já que não poderia ultrapassar o teto de gastos. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS