Motociclista que se envolveu em acidente teve a perna direita amputada

Rudiney se envolveu num acidente quando ele e a esposa seguiam pela Rua João Ferreira Terra numa motocicleta.

A Honda NRX foi atingida por uma Pick-Up de placa AAB-5461 que seguia pela Rua Espírito Santo e não respeitou a preferencial - Foto: Internalta/Região News

O motociclista Rudiney Mendes, 51 anos, com fratura exposta na tíbia e fíbula, em consequência do acidente em que se envolveu na semana passada, teve que amputar a perna direita. Ele ainda está internado na Santa Casa em Campo Grande, onde chegou às 22h08 da última sexta-feira.

Ele se envolveu num acidente quando ele e a esposa seguiam pela Rua João Ferreira Terra numa motocicleta. A Honda NRX foi atingida por uma Pick-Up de placa AAB-5461 que seguia pela Rua Espírito Santo e não respeitou a preferencial que era do motociclista. A esposa dele, Marilene Palma, que estava na garupa, também ficou ferida.

Este é o terceiro acidente no trânsito com envolvimento de motocicletas com consequências graves, o segundo caso em que o motociclista teve a perna amputada. No dia 30 de janeiro, Thiago Paulino de Souza, 28 anos, teve uma das pernas esmagadas quando trafegava de moto pela Avenida Dorvalino dos Santos e foi atingido por um Fiat Uno na esquina com a Rua Pernambuco.

Na madrugada do dia 23 de março, um domingo, o adolescente Pablo Ferreira, 16 anos, faleceu na Santa Casa. Na noite anterior, ele ficou gravemente ferido num acidente na Avenida Antero Lemes esquina com a Rua Acre, quando saia do trabalho e voltava pra casa.

A motocicleta que dirigia foi atingida por um Corsa, dirigido por Francelino Gabriel, sem habilitação, que estava bêbado, descia pela Rua Acre e não respeitou a preferencial. Francelino foi preso em flagrante, mas foi colocado em liberdade na segunda-feira, sem pagar a fiança de R$ 10 mil, arbitrada pela Justiça.