Primeiro lote de restituição do Imposto de Renda é pago em maio

O dinheiro da restituição vai diretamente para a conta indicada pelo contribuinte na declaração.

- Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Receita Federal alterou o prazo final para a entrega do Imposto de Renda 2020 devido à pandemia de coronavírus, mas o calendário para os lotes de restituição foram mantidos. O primeiro lote começa a ser pago ainda neste mês e a liberação da consulta para saber se já consta neste primeiro lote será divulgado na sexta-feira que vem (22). O dinheiro da restituição vai diretamente para a conta indicada pelo contribuinte na declaração.

Neste ano, serão pagos cinco lotes de restituição e não sete, como costumava ocorrer. Os pagamentos começam no dia 29 de maio e encerram no dia 30 de setembro. 

Já é possível apontar quem deve receber no primeiro lote, já que há um grupo prioritário, são eles: pessoas com 60 anos ou mais; portadores de deficiência física ou mental ou doença grave; contribuintes que sua maior fonte de renda seja o magistério. De acordo com a Receita Federal, os dois primeiros lotes serão pagos sem a correção da taxa Selic do período. A partir do terceiro lote, haverá correção de 1%. 

 

Para consultar se sua declaração foi liberada, acesse o site da Receita ou ligue para o Receitafone no número 146. Na consulta, pelo serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e verificar se existem inconsistências de dados. Estes erros impedem o pagamento da restituição e, caso aconteça, o contribuinte pode regularizar.

Confira o calendário da restituição:

  • 1º lote: 29 de maio
  • 2º lote: 30 de junho
  • 3º lote: 31 de julho
  • 4º lote: 28 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro