Quadrilha de ciganos é detida após golpes de até R$ 7 mil com panelas falsas

Para cometer o crime de estelionato, o grupo usava até crianças para coagir as vítimas à comprar panelas falsas.

- Foto: Dayene Paz/Jornal Midiamax

Um grupo de 20 ciganos foi conduzido para a Depac Centro na tarde deste domingo (17) em Campo Grande após serem flagrados praticando golpes que chegavam até R$7 mil. Para cometer o crime de estelionato, o grupo usava até crianças para coagir as vítimas à comprar panelas falsas.

Segundo as vítimas que prestavam depoimento. O grupo oferecia jogos de panelas como se fossem as “melhores do mundo” e os preços iam de R$1,5 mil a R$3 mil. A maioria das vítimas dos golpes eram idosos que eram abordados nas saídas de mercados e até na porta de casa.

A jovem Sarah Nogueira, de 20 anos, está noiva e foi abordada no estacionamento de um supermercado por uma mulher que ofereceu a mercadoria. A mulher estava em um carro acompanhada de um casa e falava muito bem da mercadoria falsificada.

“Falava muito bem das panelas, que eram alemãs, de qualidade, e que valiam 990 euros ( cerca de R$5 mil), e que faria por um valor menor, últimas unidades. Diziam que vieram pra uma feira que teria de ser cancelada por conta do covid-19. Na hora que abri a caixa, descobri que era um produto comum”, contou a jovem ao Jornal Midiamax.

A noiva, comprou um jogo de panelas por 12x de R$150. Segundo ela, o nome da empresa no comprovante era “Deus é Fiel”. Após constatar o golpe procuraram pelo CNPJ que constava uma empresa de transportes e no site Reclame Aqui encontraram outras denúncias.