Operação em MS combate o tráfico de drogas e investiga morte de militar

São cumpridos 10 mandados, sendo 5 de prisão e 5 de busca e apreensão na região de Guaíra (PR) e Itaquiraí (MS).

Corpo de Daniel foi encontrado depois de 5 dias de buscas no Rio Paraná - Foto: Divulgação

A Operação Homem Anjo, deflagrada na manhã desta quarta-feira (20), cumpre mandados de busca e prisões de suspeitos envolvidos com o tráfico transnacional de drogas e também na morte do militar do Exército Brasileiro Daniel Henrique Trarbach Engelman, 19 anos, ocorrida no dia 10 de maio deste ano.

Daniel e mais dois outros militares faziam a patrulha no Rio Paraná, pela Operação Hórus, quando a embarcação em que estavam foi atingida por uma lancha de um comboio, em alta velocidade, carregada com entorpecentes.

São cumpridos 10 mandados, sendo 5 de prisão e 5 de busca e apreensão na região de Itaquiraí e Guaíra, no Paraná. Entre os investigados, a PF chegou na identificação do provável proprietário da droga, bem como de pilotos das embarcações envolvidas e demais auxiliares da organização criminosa.

O militar desapareceu no dia 10 de maio, por volta das 23h, quando a embarcação em que estava foi atingida por outra embarcação clandestina que transportava contrabando no rio. O corpo foi encontro por equipes de resgate da operação de busca e salvamento por volta das 5h30 do dia 15 e levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Toledo (PR). - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS