Taxa extra na conta de energia elétrica é suspensa até fim do ano

Aneel definiu bandeira verde até 31 de dezembro, medida tomada diante do cenário de pandemia da covid.

Conta de energia elétrica será verde até dezembro - (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou que manterá a bandeira verde até 31 de dezembro. Isso significa que não haverá cobrança de taxa extra na conta de energia elétrica até o fim do ano.

A decisão foi tomada depois de reunião pública da diretoria da agência realizada na terça-feira (26).

De acordo com a Aneel, a decisão é uma medida emergencial para aliviar o bolso dos consumidores e auxiliar o setor elétrico diante do cenário de pandemia da covid-19.

Os valores das bandeiras tarifárias estão sendo atualizados anualmente e levam em consideração estimativa de mercado, inflação, projeção de volume de usinas hidrelétricas, histórico de operação do SIN (Sistema Interligado Nacional) e valores e limites do PLD (Preço de Liquidação das Diferenças).

De acordo com a análise da Aneel, o cenário de redução de carga e as perspectivas de geração de energia tornam possível o acionamento da bandeira verde nos próximos meses.

O sistema de bandeiras tarifárias funciona como sinalização para que o consumidor conheça, mês a mês, as condições e os custos de geração no País. Quando a produção nas usinas hidrelétricas (energia mais barata) está favorável, aciona-se a bandeira verde, sem acréscimos na tarifa. Em condições ruins, podem ser acionadas as bandeiras amarela, vermelha 1 ou vermelha 2.

A bandeira verde não sofre nenhum acréscimo na conta. A bandeira amarela tem acréscimo de R$ 0,01343 para cada kWh (quilowatt-hora) consumidos. Já a aandeira vermelha – patamar 1 tem acréscimo de R$ 0,04169 e bandeira vermelha – patamar 2 tem aumento de R$ 0,06243 para cada quilowatt-hora kWh consumido. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS