PSB tem aval da direção estadual para lançar candidatura de Nelinho a prefeito

PSB vai intensificar as articulações para viabilizar a pré-candidatura a prefeito do ex-vereador, com objetivo de atrair aliados.

Presidente do diretório municipal, Gilmar Antunes, presidente regional do partido, Ricardo Ayache e o ex-vereador Nélio Paim. - Foto: Divulgação

Com o aval do presidente regional do partido, Ricardo Ayache, o PSB de Sidrolândia vai intensificar as articulações para viabilizar a pré-candidatura a prefeito do ex-vereador Nélio Paim, com objetivo de atrair aliados. Nesta quinta-feira Nelinho, acompanhado do presidente do diretório municipal, Gilmar Antunes e do tesoureiro, o advogado Estélvio Michalski, se reuniu em Campo Grande com Ayache que recebeu informações detalhadas do cenário político sidrolandanse.

De acordo com Gilmar, embora na Capital, o PSB já esteja alinhado com a campanha de reeleição do prefeito Marquinhos Trad, este atrelamento não se estende a Sidrolândia, onde o prefeito Marcelo Ascoli, que é do PSD, mesmo partido de Marquinhos, também vai ser candidato.

“Sempre tivemos esta autonomia e estão engajados no projeto de candidatura própria”, destaca o dirigente. Gilmar sustenta que é equivocada a leitura dos setores políticos, de que o PSB será uma mera linha auxiliar, se colocando no processo político apenas para a garantir a Nelinho a vaga de vice-prefeito, seja do prefeito ou mesmo do ex-prefeito Daltro Fiuza, caso ele consiga registrar candidatura na Justiça Eleitoral.

“É claro que ninguém pode ser candidato sozinho. Até a convenção vão ser muitas negociações. Isto é normal. Tive mais de uma vez com o prefeito, conversando sobre sua administração e com o ex-prefeito Daltro Fiuza, mais especificamente sobre o processo eleitoral. Sempre deixei claro que o PSB tem como projeto, lançar candidato a prefeito”, destaca. Ele reconhece que as conversas estão com alguns passos mais adiante.

Gilmar admite que Daltro e o seu partido, o MDB, terão uma influência decisiva no processo eleitoral. “Conforme as pesquisas, o ex-prefeito sai como favorito. Independente do cenário, ele e o seu partido, terão um papel de protagonismo na disputa, que ao seu ver será bastante pulverizada. Além do prefeito Marcelo, do ex-prefeito Enelvo Felini. Parece estar se consolidando a candidatura do empresário Moacyr Almeida, pelo Patriotas”, lembra. O PSB projeta, caso Fiuza não consiga ser candidato, Nelinho possa atrair o apoio do ex-prefeito e do MDB, até pela proximidade histórica de familiares do ex-secretário com Fiuza.